Duas criações com um novo tipo de pulseira de tecido da Seiko feitas para o mar.

Desde que o primeiro relógio de mergulho da Seiko foi introduzido em 1965, a empresa tem continuamente desafiado os limites do que um relógio de mergulho pode oferecer. Hoje, a Seiko introduz na coleção Prospex duas modernas reinterpretações de relógios de referência de 1965 e 1970 apresentados com pulseiras de tecido especial desenhadas e fabricadas exclusivamente para o uso do mergulhador. Os dois relógios atingem o equilíbrio perfeito entre design e função e incorporam o espírito inovador pelo qual a relojoaria de mergulho da Seiko é renomada.

Seichu. Uma técnica tradicional de trançado do Japão.

A trança Seichu proporciona força e conforto.

As pulseiras de tecido incorporam uma técnica tradicional de trançado do Japão chamada Seichu. A sua textura rica e a tonalidade são típicas na cultura japonesa devido ao seu uso em peças de vestuário como visto em um tradicional "obijime", o cordão decorativo que prende uma faixa de quimono em seu lugar. As pulseiras apresentam uma estética e uma textura genuinamente japonesas, e são especialmente fabricadas para ter uma resistência à tração quase quatro vezes superior* às pulseiras de tecido Seiko regulares*. Sua força e resistência ao desgaste causado pela exposição à luz solar, atendem aos exigentes padrões dos relógios de mergulho da Seiko e são perfeitas para uso embaixo d'água. Adicionalmente, graças ao seu padrão entrançado único, as pulseiras têm a flexibilidade e permeabilidade necessárias para garantir o máximo conforto no pulso.
*Com base na pesquisa realizada pela Seiko.

As pulseiras levam o mesmo símbolo dos relógios, como sinal de sua durabilidade.

Os Diver's de 1965 e 1970 reimaginados em estilo contemporâneo.

As cores do mostrador e da pulseira realçam o toque moderno das duas reinterpretações.

As duas criações compartilham o mesmo design e especificações das reinterpretações modernas de 1965 e 1970, introduzidas no ano passado em comemoração ao 55º aniversário do primeiro relógio de mergulho da Seiko. O mostrador e o bisel marrom da reinterpretação de 1965 e o mostrador cinza texturizado da reinterpretação de 1970 se harmonizam perfeitamente com os tons de cor da terra de suas pulseiras de tecido. Ambas as criações incluem uma pulseira de tecido adicional de cor diferente que pode ser facilmente trocada sem qualquer ferramenta graças à sua estrutura.

O estilo de ontem com as especificações de hoje.

Os relógios são alimentados pelo calibre 6R35, um movimento testado e comprovado, que oferece uma reserva de marcha de 70 horas e são resistentes à pressão até 200 metros. O cristal de safira em forma de curva é tratado com um revestimento antirreflexo na superfície interna, e os ponteiros dos índices, horas, minutos e segundos são revestidos com Lumibrite de uma cor vintage especialmente desbotada que combina com os tons de terra do mostrador e das pulseiras.

Ambos os relógios serão incluídos na coleção principal do Prospex. A reinterpretação de 1965 e a de 1970 estarão disponíveis nas lojas Seiko Boutiques e pontos de venda selecionados a partir de junho e julho de 2021, respectivamente.

Sobre os Diver's de 1965 e 1970 originais.

O Diver's de 1965

Conhecido pelos fãs como o 62MAS, o relógio de mergulho de 1965 incorporava um calibre mecânico automático com 150 metros de resistência à água. O relógio foi desenhado para oferecer confiabilidade e legibilidade máximas nas condições mais severas e comprovou sua confiabilidade quando foi usado na Antártida nos anos 60, traçando o caminho para o desenvolvimento de futuros relógios de referência.

O Diver's de 1970

Cinco anos após a introdução do primeiro relógio de mergulho da Seiko e do Japão, foi apresentado o Diver's de 1970 cuja extensão assimétrica protegia a coroa na posição das quatro horas. A construção sólida, os ponteiros e indicadores luminosos e a resistência à água até 150 metros, tornavam-no perfeito para quem precisava de um relógio com robustez e visibilidade excepcionais. O relógio provou sua confiabilidade quando foi usado por Naomi Uemura, o aventureiro japonês, entre os anos de 1974 e 1976, ao longo da sua travessia de 12.500km da Groenlândia ao Alasca num trenó puxado por cães.

SPB239

SPB237

Seiko Prospex Reinterpretação Moderna do Diver's de 1965: SPB239
Seiko Prospex Reinterpretação Moderna do Diver's de 1970 SPB237

Calibre 6R35
Sistema de alimentação: Automático
Vibrações: 21.600 vibrações por hora (6 batimentos por segundo)
Reserva de marcha: 70 horas
Número de rubis: 24

Especificações
Caixa de aço inoxidável com revestimento super resistente
Cristal de safira com curvatura e revestimento antirreflexo
Coroa rosqueada, fundo de caixa rosqueada
Lumibrite nos ponteiros e indicadores
Resistência à água: 200m diver’s
Resistência magnética: 4.800 A/m
Diâmetro: 40,5mm, espessura: 13,2mm(SPB239)
Diâmetro: 42,7mm, espessura: 13,2mm (SPB237)
Pulseira de poliéster com pulseira de poliéster adicional incluída
Preços de varejo aproximados sugeridos para a Europa:
1.250 euros(SPB239), 1.350 euros(SPB237)

Partilhar
  • Facebook
  • Twitter